2a Parada de Luta LGBT reúne ativistas e movimentos sociais em Chapecó/SC

     Neste sábado (17) aconteceu a 2a Parada de Luta LGBT do Oeste Catarinense, que reuniu cerca de 1500 pessoas em Chapecó/SC. Com apresentações artísticas, discursos políticos, música, bandeiras, cartazes e desfile pela principal avenida da cidade, as/os participantes denunciaram a lgbtfobia, o machismo e o preconceito com lésbicas, gays, bissexuais e transexuais, pedindo mais respeito à diversidade sexual. Entre as palavras de ordem, várias vezes a multidão entoou o coro de Fora Temer. 
     Vários docentes, técnicos-administrativos e estudantes da UFFS estiveram presentes na manifestação. A 2a Parada foi organizada pela UNA União Nacional LGBT – Chapecó – SC.

parada1parada2

 

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

SINDUFFS participa da reunião de organização da Greve Geral em Chapecó/SC

     Aconteceu na quarta-feira (14) a reunião regional dos movimentos sindicais, sociais e estudantis do campo e da cidade em Chapecó/SC para construir e organizar a Greve Geral do próximo dia 30 de junho. Na ocasião o professor da UFFS, Ubiratan Vieira, esteve presente no encontro representando a Seção Sindical dos Docentes da UFFS (SINDUFFS).

reuniao greve30

 

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Nota política da Direção da SINDUFFS sobre a conjuntura.

Fora Temer, eleições gerais e diretas já!!!!

Acaba de vir a público o maior escândalo da conjuntura brasileira, o presidente Michel Temer comprou o silêncio de Eduardo Cunha na prisão. No momento até a grande imprensa já retirou seu apoio ao governo ilegítimo de Temer. A crise no andar de cima chega em seu ponto mais alto. Isso acontece no momento em que a reforma da previdência e a reforma trabalhista estão próximas de serem votadas. Este é o momento para exigir o fim deste governo, eleições gerais e diretas e para barrar as reformas e o ajuste fiscal! Diversos protestos já começaram a ocorrer nas principais cidades e muitos outros estão sendo marcados para os próximos dias. Isso tudo num contexto marcado pela vitoriosa greve geral de 28 de abril. É urgente construir a mobilização para garantir a derrubada de Temer e sua cúpula e barrar as reformas

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized