Assembleia Geral da SINDUFFS discute cenário nacional e pauta dia de mobilização docente em 29 de maio

     No dia 7 de maio os/as docentes associados na SINDUFFS, Seção Sindical dos Docentes da UFFS, realizaram uma assembleia geral para discutir os rumos das mobilizações da categoria frente a atual conjuntura brasileira de retirada de direitos trabalhistas e de cortes no orçamento da Educação.  O encontro aconteceu através de videoconferência realizada nos diferentes campi da UFFS.

     Para o membro da diretoria do SINDUFFS, Cassio Cunha Soares, o encontro foi produtivo. “Debatemos sobre questões mais amplas de caráter político e econômico da conjuntura nacional que muito em breve começarão a ser sentidas pela categoria, como o contingenciamento orçamentário do governo federal e os possíveis cenários de greve entre os servidores públicos.”

     No encontro, foi aprovada a realização de um dia de mobilização docente na UFFS, marcado para o próximo dia 29 de maio. A intenção é contribuir para que os docentes possam se apropriar do máximo de informações sobre a recente ofensiva do governo aos direitos dos trabalhadores, bem como sobre as repercussões relativas ao contingenciamento orçamentário. “Essa medidas governamentais já começaram a nos afetar. Vamos convocar uma assembleia para esse dia para retomar o debate sobre esse cenário, em clima de mobilização com atos e outras atividades públicas na instituição. Para tanto pretendemos convidar o recém fundado SINDTAE, dos nossos companheiros técnicos-administrativos, para organizar junto conosco o processo de discussão e mobilização”, afirma Cassio.

     Outro ponto em discussão foi o indicativo de greve do sindicato nacional ao qual o SINDUFFS é filiado, o ANDES-SN. Em todas as seções sindicais estão ocorrendo assembleias de base de caráter deliberativo para autorizar ou não a direção nacional a iniciar os processos de deflagração de greves. Neste modo de organização, quando a maioria das seções filiadas amadurecem o entendimento sobre a necessidade de ações dessa natureza, as greves são iniciadas. “Na UFFS, nossa assembleia recém iniciou o debate sobre a conjuntura nacional e não se sentiu preparada para assumir as responsabilidades e tarefas que correspondem ao início de um movimento grevista. Nesse sentido, pretendemos nos somar às mobilizações e ao debate, mas somente radicalizar nossas ações quando houver um pleno convencimento e adesão por parte dos demais docentes”, explica Cassio Soares.

Outros encaminhamentos

     Diante do atual contexto eleitoral na UFFS, na qual dois membros da diretoria do SINDUFFS se viram na necessidade de apresentar seus nomes como candidatos para cargos diretivos, a assembleia decidiu pelo desligamento temporário dos professores Leonardo dos Santos e Josuel Vilela até que se encerre o período eleitoral, quando os mesmos, se não estiverem ocupando os cargos para os quais se postularam, poderão retomar suas atividades na entidade.

     Na assembleia também foram eleitos os delegados que representarão o SINDUFFS na reunião do setor de instituições federais de ensino superior do ANDES-SN, que vai acontecer nos próximos dias 15 e 16 de maio em Brasília (DF) e no Congresso da CSP-Conlutas, que será realizado na cidade de Sumaré (SP), no período de 4 a 7 de junho deste ano.

IMG_3287

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s