Docentes da UFFS planejam atividades de mobilização em 22/9, dia de paralisação nacional de diversas categorias

     Na tarde desta terça-feira (20/9), docentes da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) estiveram reunidos na sede da SINDUFFS para debater questões relacionadas ao cotidiano dos professores/as na universidade e também para discutir a mobilização da categoria frente ao cenário nacional de golpe institucional e de ataque aos direitos dos trabalhadores em nome do ajuste fiscal que vem sendo proposto pelo governo.

     Participaram do encontro docentes dos campi de Chapecó e Erechim. Os professores afirmam que na atual conjuntura é preciso aumentar a organização coletiva e de classe para que a categoria possa participar efetivamente das decisões institucionais na UFFS.  Eles demandam mais diálogo com a atual gestão da universidade neste sentido. 

     No cenário nacional, esta unidade de classe também está relacionada com a organização da luta frente ao golpe institucional e da tentativa de retirada de direitos sociais e trabalhistas, que tramitam no Congresso Nacional através de Projetos de Lei e Propostas de Emendas Constitucionais. “Foi um importante momento do discussão da conjuntura nacional e também das demandas locais dos campi trazidas ao SINDUFFS pelos professores”, analisa o docente Fernando Vojniak, um dos coordenadores de organização da Seção Sindical.  

Paralisação nacional em 22 de setembro

     Um dia de paralisação nacional está sendo convocado pelas centrais sindicais para o dia 22 de setembro. Na UFFS, a categoria dos Técnicos Administrativos em Educação (TAEs) estará parada no dia 22, – leia no link: goo.gl/DE4poe) – dando continuidade a adesão ao movimento nacional de paralisação dos TAEs. A categoria já realizou paralisações na UFFS nos dias 12, 13 e 14 deste mês.

     Neste dia 22 os professores promovem atividades para a formação dos núcleos de base da Seção Sindical nos campi da universidade e convocam todos e todas para também participarem das atividades programadas durante a paralisação dos TAEs. 

Núcleos de base da SINDUFFS

     Outro ponto discutido e encaminhado na reunião foi a formação de Núcleos de Base da SINDUFFS nos diversos campi da universidade. Estes núcleos de base farão a articulação política da categoria, tendo como objetivo promover debates, fomentar discussões de classe e da conjuntura nacional e também de questões relativas ao cotidiano dos professores na UFFS, condições de trabalho e a organização coletiva para fazer o enfrentamento destas questões. “Temos a característica na UFFS de ser uma Seção Sindical multi-campi. Estes núcleos de base servirão para dar força coletiva de participação dos docentes na organização da categoria, com o planejando de ações locais nos campi sem que necessariamente a diretoria da Seção Sindical esteja envolvida”, diz Vojniak.

20160920-0001

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s